7 maneiras de acelerar sua transformação digital

Acelere sua transformação digital. Não que alguém vá se mexer. O problema é que você não vai mudar. O time-to-market é fundamental para sua transformação digital. Você está em risco até que tenha os produtos digitais, o processo e o modelo de negócios para mudar a experiência do cliente. Você precisa contra-atacar o retorno para proteger os negócios como de costume.

Transformação digital faz parte de qualquer estratégia de negócios confiável, especialmente no mercado extremamente competitivo e tecnológico de hoje. A transformação digital envolve o uso da tecnologia para melhorar a eficiência, reduzir custos e criar novas oportunidades de crescimento.

Neste guia, detalharemos o que é a transformação digital e sete maneiras de acelerar sua transformação digital por meio do uso de arquitetura empresarial.

O que é Transformação Digital?

O processo de usar tecnologias digitais para mudar processos e serviços de negócios tradicionais e não digitais, ou para desenvolver novos, a fim de atender às mudanças nas expectativas dos clientes e do mercado, é conhecido como transformação digital. Esse processo transforma completamente a forma como os negócios são administrados e como o valor é fornecido aos clientes.

Seu negócio deve mudar junto com a tecnologia. Nesta fase, decidir como converter uma empresa é mais importante do que optar por alterá-la.

O objetivo da transformação digital é ajudar sua empresa a crescer experimentando tecnologia de ponta e reavaliando como você atualmente resolve os problemas do dia a dia. Uma transformação pode ou não ter um ponto final distinto porque é uma evolução. A transformação digital é melhor entendida como uma adaptação contínua a um ambiente que está sempre mudando.

Para as empresas, isso significa procurar consistentemente métodos para aprimorar a experiência do usuário. Isso pode ser feito por meio de um melhor treinamento sob demanda, movendo dados para serviços em nuvem, utilizando inteligência artificial e outros métodos.

Os três principais componentes da transformação digital são:

  • Experiência do cliente - Refere-se aos esforços para obter uma compreensão mais profunda dos clientes, o uso da tecnologia para estimular o crescimento do cliente e a expansão dos pontos de contato com o cliente.
  • Processos Operacionais - Usando automação e digitalização para aprimorar processos internos, equipando a equipe com ferramentas digitais e coletando dados para acompanhar o desempenho e informar decisões corporativas mais estratégicas.
  • Modelos de Negócios - Mudando a maneira como uma empresa opera, adicionando bens digitais, aprimorando ofertas físicas com ferramentas e serviços digitais e utilizando tecnologia para fornecer serviços compartilhados em todo o mundo.

Simplificando- Transformação digital é o processo de usar a tecnologia digital para encantar funcionários e clientes. Ele é usado para modificar processos, cultura, experiência do cliente, produtos e serviços com compromissos exclusivos. Ele termina com um negócio e um ecossistema totalmente alterados.

Por que a transformação digital é tão importante?

O objetivo básico de todo programa de transformação digital é aprimorar seus processos atuais, mesmo que cada um tenha seu próprio conjunto de objetivos. A transformação digital é crucial porque as empresas precisam mudar para serem competitivas. Você ficará para trás se não mudar.

A transformação digital é crucial porque permite que as empresas se adaptem a mercados em rápida mudança e melhorem continuamente suas operações. Para as empresas, isso significa procurar consistentemente métodos para aprimorar a experiência do usuário. Isso pode ser feito por meio de um melhor treinamento sob demanda, movendo dados para serviços em nuvem, utilizando inteligência artificial e outros métodos.

A tecnologia apropriada pode melhorar significativamente a forma como sua organização funciona e como os consumidores interagem com ela, mesmo que o ROI da transformação digital dependa de uma série de variáveis. O primeiro benefício da transformação digital é que ela pode reduzir as despesas trabalhistas e aumentar a produtividade. Um dos métodos mais eficazes para alterar o seu negócio é usar a tecnologia para ter um desempenho mais eficaz. Para as empresas, atualizar recursos digitais e gastar tempo e dinheiro no treinamento de novos contratados são dois exemplos em que as coisas podem facilmente sair do controle. Você pode manter as despesas baixas e a produção alta com o equipamento certo.

A experiência do cliente também é aprimorada por meio da transformação digital. Clientes experientes em tecnologia querem uma experiência de usuário fantástica em todos os canais, incluindo chat ao vivo, e-mail, mídia social e aplicativos móveis. Melhores experiências do consumidor são o resultado de mudanças digitais.

A inovação também é alimentada pela mudança digital, mantendo você um passo à frente da concorrência. Se você está considerando a transformação digital, seus rivais estão. Tomar a decisão de resistir à mudança digital é efetivamente dizer que você não se importa em ficar para trás.

Por que acelerar a transformação digital é tão importante

Sua organização atende seus clientes. Você os atende por meio de seus produtos, processos e modelo de negócios existentes. Esse mesmo sucesso ameaça sua transformação digital. Até que você tenha os produtos digitais, o processo e o modelo de negócios para mudar a experiência do cliente, tudo o que você tem é a experiência do cliente existente. Esforços para mudar serão executados nos negócios atuais. No ponto de colisão, a pressão será para interromper a mudança e proteger os negócios como de costume.

Você precisa acelerar sua transformação digital para se proteger do seu sucesso atual. O time-to-market é fundamental para sua transformação digital.

7 maneiras de acelerar sua transformação digital

As sete alavancas da transformação digital são realmente muito simples – mas cada um é necessário para a transformação digital bem-sucedida de uma organização.

1. Crie uma Cultura de Inovação

A maioria das decisões tomadas por uma empresa de sucesso foi tomada no passado, sob condições que podem não ser verdadeiras no presente, muito menos em um futuro digital. A empresa transita da operação estável por meio de experimentação, dimensionamento bem-sucedido e volta à operação estável durante uma jornada de transformação. Para reinventar qualquer coisa, é preciso experimentar e fazer mudanças rápidas até que o produto ou serviço chegue ao seu ponto de ruptura.

Para resolver em escala, devemos desenvolver novos métodos para complementar as tecnologias e métodos existentes. A transição de dimensionamento para um estado estável causa a criação de novas estruturas ou a reutilização de estruturas previamente desenvolvidas a partir da base de conhecimento atual da empresa.

O objetivo é preservar a distinção da empresa à medida que avança em cada etapa, o que exige um estilo particular de liderança e execução. As empresas progressistas percebem a necessidade, desenvolvem um caminho distinto para o crescimento e elaboram um esquema de compensação para os grupos que inovam, escalam e estruturam.

Para conseguir isso de forma eficaz, certifique-se de considerar pelo menos três critérios de avaliação diferentes: um para manter ou retirar soluções e métodos existentes; um para experimentar e ter sucesso em uma nova abordagem; e, finalmente, um para trazer a nova abordagem para uma operação estatal em escala e estável.

A nova abordagem pode ocasionalmente exigir bravura e técnicas de caubói. Incutir uma cultura em que os indivíduos se sintam capacitados pelos dados da instrumentação e ofereçam intuição, ao mesmo tempo em que estejam preparados para considerar os riscos e consequências em cascata, vale a pena se a cultura atual já estiver confiando no heroísmo.

Construir uma cultura onde desafiar o status quo é um sinal de uma mentalidade de crescimento é o primeiro passo para criar uma organização que aprende. Uma cultura onde a iniciativa é elogiada e o trabalho em equipe é ineficaz, um ambiente seguro onde riscos são tomadas e os erros são admitidos, e um cenário que não desconsidere a intuição ou denegrir aqueles que levantam questões complicadas e desprovidas de respostas simples.

Ponto-chave para acelerar sua transformação digital: Uma cultura de inovação significa criar um ambiente onde os funcionários se sintam capacitados para assumir riscos e experimentar coisas novas. Esse tipo de cultura incentiva a experimentação e a criatividade. Os funcionários que trabalham em tal ambiente são mais produtivos e inovadores do que aqueles que não trabalham.

2. Desenvolva uma capacidade tecnológica

Essa alavanca não pode ser vista como focada apenas na distribuição de tecnologia.

As soluções de tecnologia deixam um rastro digital de informações sobre o cliente, o parceiro e o próprio negócio. Cada empresa deve criar um conjunto de diretrizes morais e de segurança para orientar como usar essa pegada de dados.

As tecnologias operacionais e de TI não impulsionam mais a eficiência nem reduzem os custos. A coleta contínua de dados, o processamento com reconhecimento de contexto e a entrega de insights são necessários para entender como os requisitos e o comportamento humano e da máquina estão mudando. Isso exige ajustes fundamentais na concepção, desenvolvimento e uso de tecnologias operacionais, informacionais e de comunicação.

As despesas de TI sempre foram aceitáveis quando comparadas às vantagens e reduções de custos realizadas pelas empresas. Muitas das dificuldades com aplicativos comerciais ou o tempo de inatividade da infraestrutura que a TI pode superar.

Desde que terceirização, internacionalização e implantação de recursos just-in-time se tornaram comuns, a TI não é mais o único departamento que afirma permitir agilidade ou aumentar a lucratividade. Mas a taxa na qual os dados são coletados, analisados e transformados em insights está aumentando. Além disso, os possíveis pontos de contato de coleta de dados são geograficamente dispersos e diversos. As tecnologias de TI e operacionais são amplamente usadas nessa mudança.

A mudança na entrega de TI é uma tarefa difícil, assim como qualquer outra transformação. O aspecto único da TI se reinventar é que ela precisa continuar a administrar a empresa, adaptar-se às mudanças nos negócios e alterar a si mesma. Além disso, os funcionários experimentarão as repercussões em cascata de qualquer perda temporária de funcionamento ou resultados imprevistos de qualquer experimento. Eles também afetam outras pessoas que não consentiram em absorver as repercussões das atividades de transformação de TI da empresa, como clientes, parceiros e fornecedores.

Para permitir o progresso através da complexidade, é essencial manter a curva de aprendizado para pessoas de fora da organização no mínimo.

Dica importante: Desenvolver uma pilha de tecnologia que o ajudará a atingir seus objetivos é o primeiro e fácil passo. Concentrar-se em tecnologias que podem fazer seu negócio funcionar de forma eficiente e eficaz deixa de lado o ponto crítico de construir uma organização de TI que possa entregar.

3. Foco na experiência do cliente

O custo e a simplicidade de acessibilidade de alternativas reduziram a barreira para os clientes transferirem fornecedores para atender às suas demandas. Uma organização não pode mais ter silos de processos internos se quiser compreender as necessidades e padrões de uso, evitar conflitos em seu uso e prever as ações de renovação/referência. A inteligência sobre a exigência e comportamento de um cliente é desenvolvida na fase de diário graças à instrumentação realizada nos processos internos. Qualquer informação coletada ao longo do caminho deve ser transmitida da forma mais rápida e eficaz possível com estágios upstream ou downstream.

A falha mais frequente em uma estratégia que observamos é a falha em reconhecer a necessidade de conectar todos os processos internos e criar um sentimento "conhecido" para os clientes. O processo de conectar os processos é apenas o começo. Deve ser respaldado por um portfólio adequado de investimentos em pessoal, cultura e tecnologia.

É realmente necessário compreender o comportamento do cliente agora? Não. Mas como a qualidade de vida melhorou, a justificativa mudou.

As empresas que se concentravam no design intuitivo e na maximização do valor prático dos produtos eram anteriormente bastante raras. As empresas aumentaram a funcionalidade em uma variedade de dados demográficos e levaram em consideração os equipamentos da linha de produção para permitir a fabricação e montagem de vários itens. Isso progrediu para colocar um valor mais alto nos requisitos de produtividade e usabilidade do que o requisito para a integração do ecossistema. A experiência é o único diferencial que as empresas podem manter em um mercado onde a produção, as cadeias de suprimentos e o conhecimento da informação foram democratizados. As empresas que aceitaram esse fato trabalham para fornecer serviços que se conectem emocionalmente com os clientes, a fim de criar interações memoráveis e vínculos duradouros.

Dica importante: Depois de identificar as necessidades do cliente, você precisa se concentrar em oferecer uma experiência excepcional ao cliente. Isso significa focar na experiência do usuário. Como eles usam seu produto? Como eles recebem o resultado? Nunca pare de pensar no site, nos botões e na tela.

4. Simplifique seus processos de negócios

Os processos de negócios são normalmente usados para compor a Cadeia de Valor. Dentro dos limites de uma organização, esses processos começam e terminam. Usando uma fábrica como exemplo, os processos começam com a localização de matérias-primas e o planejamento para produzir coisas que podem ser vendidas.

Esses produtos são vendidos e divulgados. Os controles financeiros e a logística de entrada e saída dão suporte a esse extenso procedimento. A jornada do fornecedor, a viagem da equipe de compras e a equipe que integrou os itens adquiridos estão todos incluídos na logística de entrada.

Procedimentos de negócios e experiências de parceiros podem estar envolvidos. A viagem da equipe de vendas e marketing, parceiros, distribuidores, varejistas e clientes está incluída na logística de saída. As rotas seguidas pelas equipes financeiras para reconhecer a receita e apoiar a conformidade são próprias.

Apoiar o produto ou serviço é um caminho mais claro. A experiência do funcionário é moldada pelas operações de negócios dos serviços corporativos, incluindo finanças, jurídico, vendas e recursos humanos. Desenvolvimento de produtos, cooperação interorganizacional, envolvimento de parceiros e envolvimento de clientes são as quatro categorias tradicionais que compõem um fluxo de valor.

A empresa é incapaz de decidir sobre melhorias de eficiência, insights do consumidor ou um plano para fornecer os bens e serviços que os clientes demandam sem um processo de negócios vinculado e instrumentado. É difícil oferecer serviços significativos por meio de tecnologias emergentes, como bots, aprendizado de máquina e inteligência artificial, sem dados provenientes de toda a empresa.

Ponto-chave para acelerar sua transformação digital: Os processos de negócios digitais eficazes são simplificados. Crie processos que correspondam aos pontos de contato do cliente e do parceiro.

5. Crie produtos digitais baseados em resultados

O desenvolvimento bem-sucedido de produtos não é uma responsabilidade adicional para as empresas. No entanto, é difícil criar valor de longo prazo e diferenciação contínua por causa de expectativas crescentes, preferências efêmeras e percepções sociais imprevisíveis. Fabricantes inteligentes e provedores de serviços entendem a necessidade de aprendizado ao longo da vida; eles coletam informações por meio de sistemas em rede, interpretam a realidade do cliente com empatia e separam demandas cíclicas de requisitos de longo prazo. Eles se dedicam a criar um negócio flexível que seja proativo, reativo e responsivo.

Gêmeos digitais e digitalização são maneiras eficazes de melhorar um produto ou serviço físico já existente. O método mais utilizado para encurtar o tempo que leva do conceito à implementação é uma fusão criativa da tecnologia contemporânea. Construir uma nova estação de trabalho usando realidade aumentada, impressoras 3D, robótica, madeira, aço e outros materiais é um exemplo.

A capacidade de gerenciar informações em formato digital é conhecida como digitalização. O resultado da digitalização e do emprego da tecnologia digital para controlar o processo de produção, registro e análise de informações para oferecer experiências intuitivas de interação homem-máquina é conhecido como transformação digital. Um gêmeo digital pode ser usado para prognóstico, diagnóstico e monitoramento em tempo real.

Dica chave: Os produtos digitais são definidos por uso ou resultado. As características físicas tradicionais do produto (pense em assentos de couro) não importam. Tudo é o resultado e a jornada.

6. Desenvolva uma configuração única de sua cadeia de valor

As melhores estratégias se concentram em tomar decisões difíceis sobre investimentos e configurações de processos, estabelecendo prioridades simbióticas que resultam em valor para o cliente e rentabilidade do negócio. As estratégias responsáveis usam a governança baseada em políticas e se responsabilizam pela causação dos resultados.

Exercícios de análise de estratégia examinam o modelo de negócios, especificam como ele vê a disrupção e o sucesso e não hesitam em detalhar os resultados e ações indesejáveis que podem derrubar a empresa. Eles apoiam a independência necessária para a inovação. A Estratégia para a Transformação Digital também reconhece que o destino da jornada pode ainda não estar claro e promove o aprendizado, a colaboração entre empresas e o foco no ser humano.

A realização bem-sucedida de uma visão por meio de uma excelente execução é apenas um aspecto da estratégia. Ele oferece uma estrutura de tomada de decisão para a busca de iniciativas com base em avaliações de risco e efeito. Líderes que estiveram atentos ao terreno e atentos aos desenvolvimentos em setores vizinhos desenvolvem planos bem-sucedidos. Esses executivos se conectam ativamente com os funcionários da linha de frente, prestam atenção às ligações dos clientes e dão suporte às recomendações para melhorias internas.

Essas empresas claramente se concentraram em reduzir o efeito do atrito do processo de negócios, aborrecimento do cliente e deficiências da proposta de valor quando definiram metas de transformação. Sua paixão é atender às demandas não atendidas do cliente leal e sensível ao preço, não correr para a linha de chegada. Uma estratégia moral promove a ecologia do negócio e apoia a cultura. Para detectar padrões internos e externos, os líderes organizacionais devem dar um passo atrás nas atividades do dia-a-dia. Uma abordagem objetiva valoriza tanto os dados qualitativos quanto os quantitativos. Ele agiliza a tomada de decisões no nível da folha para que a base possa se concentrar nas necessidades dos clientes.

Dica importante: Cada organização gera valor de forma única. A transformação digital exige que sua empresa desenvolva uma configuração exclusiva e apoie-a por meio de tecnologia, experiência do cliente e processo de negócios.

7. Adapte seu modelo de negócios e ecossistema

Ao desenvolver uma estratégia, observar atentamente o ambiente é um primeiro passo necessário. A ideia de um ecossistema não é nova, mas o ambiente atual exige que os líderes busquem inspiração na economia compartilhada e no crowdsourcing.

Um ecossistema é formado por muitas empresas que trabalham juntas para fornecer algo de valor ao cliente. As empresas estão apoiando os esforços de plataforma aberta que as ajudam de três maneiras: acelerar o tempo de lançamento no mercado, testar o estresse e desenvolver o ecossistema e aumentar o reconhecimento da marca.

As empresas estão desenvolvendo dois tipos diferentes de modelos de negócios: aqueles que se concentram na solução de um problema único e autônomo e aqueles que alavancam uma cadeia de valor expandida para lidar com uma situação ou resultado específico. Ambos coexistirão, cada um apoiando o outro. A empresa que sobrevive depende de como os proprietários dos negócios veem o valor.

Ponto-chave para acelerar sua transformação digital: Cultive parcerias ponderadas com base no foco de negócios de diferentes parceiros. Os parceiros devem estar alinhados com a experiência do cliente e os requisitos do processo de negócios.

A transformação digital requer mudança

Conclusão 7 maneiras de acelerar sua transformação digital

O sucesso da Transformação Digital é impulsionado pelo time-to-market. Você precisa estar bem ao longo da jornada antes de ter os produtos, processos e modelo de negócios para afetar a experiência do cliente. Até que você afete a experiência do cliente, sua transformação está em risco.

Chegar ao ponto em que você pode usar o Sete Alavancas da Transformação Digital com confiança. Cada um é necessário para uma transformação digital bem-sucedida. Você precisa configurá-lo e criar a mudança.

1. Crie uma Cultura de Inovação

Crie uma cultura de inovação criando uma organização onde seu pessoal é capacitado para assumir riscos e experimentar coisas novas. Incentive a experimentação e a criatividade. Habilitar erros. Aprender. Melhorar. Celebre a viagem.

2. Desenvolva uma capacidade tecnológica

A pilha de tecnologia deve ajudá-lo a alcançar seus objetivos. Embora o foco em tecnologias pareça certo e atraia seus tecnólogos, lembre-se de que a tecnologia é uma pequena parte de uma pilha de sucesso. O ponto crítico é construir uma organização de TI que possa entregar.

3. Foco na experiência do cliente

A experiência do cliente domina o sucesso. É necessária uma experiência excepcional do cliente. Um de nossos clientes entoa o mantra, "Nosso cliente está sempre a 20 pixels da saída!"

4. Simplifique seus processos de negócios

Linha de fluxo. Em seguida, agilize novamente. Então assuma que seu processo é ineficiente. Crie processos que correspondam aos pontos de contato do cliente e do parceiro.

5. Crie produtos digitais baseados em resultados

O resultado define os produtos digitais. O resultado e a regra da jornada.

6. Desenvolva uma configuração única de sua cadeia de valor

Você transformará sua cadeia de valor. Sabemos que cada organização gera valor de forma diferente. Isso significa que a criação de valor da sua organização muda. Deve ser único.

7. Adapte seu modelo de negócios e ecossistema

Você não está sozinho. Pré-transformação você tem parceiros e vive em um ecossistema. Esse ecossistema se desenvolveu ao longo de décadas. Você terá um novo ecossistema. Seus parceiros devem estar alinhados com a experiência do cliente e os requisitos do processo de negócios.

Melhore seus resultados com a arquitetura corporativa

A transformação digital requer uma abordagem integrada – ajustando o processo, a organização, o software e a tecnologia. Arquitetura empresarial é projetado para fazer isso.

Como foi nosso guia para acelerar a transformação digital do seu negócio? Conte-nos qual dica foi particularmente útil para você nos comentários abaixo.

Rolar para cima